Share

1- Todo homem deve ter no mínimo dois relógios. Um modelo mais refinado com caixa de aço e pulseira de couro para usar em ocasiões requintadas e outro modelo casual, que pode ter pulseira de borracha desde que não seja para academia

2- Evite modelos chamativos. O poder de um relógio está nos detalhes da caixa e pulseira. Modelos com muitos detalhes sobressalentes acabam caindo no cafona

3- Foco na hora da compra. Primeiro identifique a sua necessidade em comprar um relógio e depois faça pesquisa em diferentes lojas para comparar modelos semelhantes, sempre levando em consideração a marca que você está comprando

4- Não basta ser bonito. Fique de olho nos mecanismos, complicações e materiais do modelo que você pretende comprar. Não é a toa que um relógio pode custar o mesmo preço de um carro importado

5- Não compre pela internet. Evite comprar às cegas a não ser que você seja um colecionador de modelos raros. Busque sempre joalherias de credibilidade

6- Invista em um modelo com mecanismo suíço. Eles são os mais caros, porém duram muito mais do que os japoneses e americanos

7- Não compre relógios com funções estranhas. Eles devem informar a hora, data e ter no máximo uma bússola. Funções como joguinhos, lanterna e calculadora não devem ser sua prioridade

8- Leia antes de molhar. Relógios resistentes à água não são necessariamente à prova d’água, por isso, nada melhor do que ler o manual antes de mergulhar

9- Aqui tamanho não é documento. Compre modelos proporcionais ao seu pulso

10- Não tente impressionar pelo pulso. Vale mais a pena ter dois relógios de R$ 5000 do que um de R$ 10 000