Share
Os Beatles: trajes bem-cortados e sequinhos

Os Beatles: trajes bem-cortados e sequinhos

Toda boa marca tem, nas araras, roupas etiquetadas com a expressão slim fit. Antes de perpetuar a ideia de que se trata de uma conspiração contra quem não tem porte atlético, vamos ao real significado da expressão: slim fit, ou new fit, é uma modelagem mais ajustada. E engana-se quem pensa se tratar de novidade, surgiu há tempos.Steve McQueen

John Lennon e os Liverpool boys eram adeptos de costumes sequinhos, casacos acinturados e calças retas. Mick Jagger também usou, assim como o ator Steve McQueen. Até meados dos anos 1970, os cortes retos e mais ajustados reinaram – até perder o espaço para as calças amplas do movimento hippie.

O new fit retoma essas roupas mais ajustadas, sem sobras de tecido. As cavas do terno, por exemplo, ficam mais rentes às axilas; as calças, retas, acompanham as linhas do corpo. A moda voltou quando Hedi Slimane, ex-estilista da Dior Homme, assumiu a maison e propôs a nova silhueta para os homens, especialmente na alfaiataria. Ele ajustou as modelagens, adaptando-as às proporções dos clientes. As camisas passaram a ter menos tecido na região da barriga e dos braços, os ternos ganharam dois botões e ficaram mais acinturados. Fez sucesso e começou a conquistar celebridades.

O primeiro foi Brad Pitt, que se casou com a atriz Jennifer Aniston usando um costume preto que lhe caía como uma luva e gravata fina, tudo Dior Homme. Com a nova proposta, a marca virou referência em moda masculina e conquistou espaço no guarda-roupa de homens requintados. Heidi foi responsável pelo figurino dos shows de Mick Jagger, Jack White, Franz Ferdinand e Beck.

Você deve se perguntar em que isso afeta sua vida. A resposta? Essa nova proposta valoriza qualquer ser humano. Tecido sobrando na camisa, na calça ou no terno produz a ilusão de que o corpo é maior. Você não tem a silhueta do Brad Pitt? Escolha uma peça slim fit para o seu tipo de corpo, respeitando suas proporções. E aproveite: uma roupa bem-cortada chama tanto a atenção quanto algo que o deixe parecendo um saco de batatas – só que para o bem.