Share

O jovem futebolista Lionel Messi encontrou, nessa terça-feira, o fim de uma carreira promissora em que se cogitou até que ele pudesse se igualar a Pelé. Encerrada definitivamente no jogo em que o Barcelona foi eliminado pelo Chelsea da Champions League, a pretensão de Messi não sobreviveu após a cobrança de um pênalti no travessão, no momento em que seu time mais precisava do gol. O jogador argentino, confundido por desavisados como sendo um craque à altura de Maradona, recolhe-se enfim a seus limites e deve, a partir de agora, restringir-se humildemente a consolidar sua posição de titular no time do Barcelona e na Seleção Argentina.

———————————————————————————————————————–
Amigos, ALFA estimula e aprecia as discussões democráticas. É bom para todo mundo. Discordar de maneira civilizada é legal. Mas ninguém gosta de baixaria. Quer dizer, quem gosta pode achar isso em outro lugar. Por isso, nós vamos apagar ofensas pessoais e grosserias dos comentários. Ninguém merece — principalmente as pessoas educadas