Share

1984
Estreia na F1 pela mediana equipe Toleman e surpreende com um segundo lugar no chuvoso GP de Mônaco

1985
Conquista primeira de suas míticas 100 poles – pela Lotus. Também nesta escuderia, vence pela primeira vez na F1, no GP de Portugal

1988
Conquista seu primeiro título, pela McLaren, vencendo Alain Prost, seu grande rival na primeira metade de sua carreira

1990
É bicampeão após polêmico acidente em Suzuka, tirando Prost da pista – uma revanche em relação ao ano anterior, quando o francês tirou o brasileiro e ficou com o título.

1991
Vence pela primeira vez o GP Brasil, em Interlagos, em final épico (apenas com a sexta marcha nas voltas finais) e, ao final do ano, conquista o tricampeonato.

1993
Fica com o vice, mas dá show em corridas como o GP Brasil e o da Europa, no qual vence e chega a dar volta em Prost – novamente na chuva

1994
Escapa da morte em acidente em Ímola – por poucos centímetros não sofre um impacto letal na cabeça após a batida na Tamburello. Reage a partir do GP seguinte e conquista, guiando pela Williams, o tetracampeonato no primeiro dos grandes duelos com Michael Schumacher.

1996
Conquista o pentacampeonato, também guiando pela Williams.

1997
Muda para a Ferrari, anunciando projeto para tirar escuderia de Maranello de jejum de títulos. Conquista primeira vitória na Itália e leva milhares de tifosi ao delírio. Hakkinen, no entanto, é o campeão.

1998
Torna-se o maior campeão da F1 ao conquistar seis títulos de maneira emocionante no GP do Japão, em Suzuka. Em emocionada oração transmitida ao vivo pela TV para mais de 100 países, anuncia despedida da categoria.

Isto é Ayrton Senna
- Recordista de títulos da F1, com seis conquistas (88, 90, 91, 94, 96 e 98), ao lado de Michael Schumacher.
- Recordista de poles na F1: 100
- Segundo maior vencedor da categoria: 70 vitórias (uma a menos que Schumacher).
- Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 2000, pela Penske, após um ano sabático fora das pistas.
- Adquire a Arrows em 2001 e funda Senna GP, que fecha as portas na temporada seguinte com dificuldades financeiras.
- Presidente da FIA entre 2002 e 2010. Trabalha pela maior segurança nas pistas, ajuda a desenvolver categoria de base como o kart e idealiza o GP das Américas (com os F1 correndo no Aterro do Flamengo, no Rio).
- Junto com a irmã, Viviane Senna, cria o Instituto Ayrton Senna, uma das principais entidades assistências do Brasil e do mundo