Share

Bill Gates

Bill Gates, o segundo homem mais rico do mundo, com um patrimônio de 56 bilhões de dólares, já declarou várias vezes à imprensa que deixará uma fatia “minúscula” da sua fortuna aos três filhos, Jennifer Katharine, Phoebe Adele e Rory John. Especula-se que seriam 10 milhões de dólares para cada um.

“Não acho obrigação moral dos ricos dar de volta o que ganharam. Mas eles não podem gastar tudo consigo e não é bom seus filhos começarem a vida super-ricos”, disse Bill Gates para a ALFA. A maior parte do patrimônio do bilionário fundador da Microsoft deve ir para a fundação filantrópica que criou junto à esposa, a Bill & Melinda Gates Foundation.

Warren Buffet

Com um patrimônio de 50 bilhões de dólares, Warren Buffet se comprometeu a doar 99% da sua fortuna antes de morrer – 85% devem ir para a Bill & Melinda Gates Foundation, projeto filantrópico do fundador da Microsoft.

Pai de três filhos – Susie, Howard e Peter – disse certa vez que queria dar “o suficiente para que eles sentissem que podem fazer qualquer coisa, mas não tanto que eles sentissem que não precisam fazer nada”.

Michael Bloomberg

Com 19,5 bilhões de dólares de patrimônio, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, se comprometeu a deixar quase todo o seu dinheiro para a caridade.

Suas duas filhas, Emma e Georgina, foram personagens do documentário “Born Rich”, que retrata a vida de crianças que nasceram em famílias extremamente ricas.

Bloomberg declarou no passado que “o melhor planejamento financeiro termina com o cheque do coveiro voltando”.

Ted Turner

Ted Turner tinha apenas 24 anos quando teve que assumir a companhia de outdoors do pai, que se suicidou em 1963. Turner transformou o negócio em um império bilionário da mídia, incluindo a rede de notícias CNN.

Com um patrimônio avaliado 2 bilhões de dólares, Turner já doou mais de 1 bilhão de dólares para projetos ligados à ONU.Disse em entrevistas recentes que tem apenas alguns milhões na conta bancária e que esperava ter o suficiente para pagar seu enterro quando morrer. Exageros à parte, Turner tem cinco filhos que terão que dividir o que restar do seu patrimônio.

T. Boone Pickens

T. Boone Pickens construiu seu patrimônio de 1,4 bilhões de dólares por meio de uma agressiva estratégia de aquisições.

Aos 12 anos de idade, Pickens entregava jornais para ganhar seu próprio dinheiro, portanto não é surpresa que ele não pretenda deixar a maior parte da sua fortuna para os quatro filhos.

O bilionário, que já se comprometeu a deixar metade do seu dinheiro para a caridade, disse em entrevista que não é “um grande fã de fortunas herdadas”. “Normalmente faz mais mal que bem”, disse.

William Barron Hilton

Dono de um patrimônio de 2,5 bilhões de dólares, William Barron Hilton herdou de seu pai, Conrad Hilton, apenas 500 mil dólares quando ele morreu. O herdeiro da Hilton Hotels Corporation foi à justiça para exigir uma fatia maior dos bens do pai, que tinha decidido deixar 97% da sua fortuna para a caridade.

Barron Hilton conseguiu ampliar sua herança, ficando com 4 milhões de ações da companhia, mas já afirmou que pretende seguir os passos do pai e deixar 97% da sua fortuna para a Conrad N. Hilton Foundation. Os 3% restantes vão ser divididos entre seus oito filhos e muitos netos – entre eles, a socialite Paris Hilton.

Bernard Marcus

Descendente de imigrantes russos, o fundador da Home Depot, Bernard Marcus, é dono de um patrimônio de 1,9 bilhão de dólares.

Seus três filhos devem ficar com uma parcela pequena da sua fortuna, já que o magnata declarou que pretende deixar grande parte dela para sua fundação, a Marcus Foundation, voltada a educação e cuidado de deficientes.